Poeta Pedro Cesário, 240 A - Centro, Pacajus - Ceará | Fone: (85) 3348.0284

Paróquia Nossa Senhora da Conceição Pacajus - Ceará

Vocação: Seminarista João Paulo partilha sobre seu caminho vocacional

sábado, 29 de agosto de 2015

testemunho-vocacional-paroquia-pacajus2

O chamado de Deus na vida de todo e mulher que deseja segui-lO de forma mais concreta, é um chamado que pode surgir dentro de qualquer ambiente e pode vir de várias formas desde que estejamos prontos a nos abrir à voz que do Bom Pastor fala para nós.

O desejo de mostrar para os outros o Cristo que está em suas vidas foi um dos primeiros impulsos que me fez decidir trilhar um caminho de discernimento vocacional mais estreito rumo ao sacerdócio ordenado na Arquidiocese de Fortaleza, mas confirmo que essa vontade existe em mim desde a infância, onde já me chamava a atenção a beleza dos mistérios sagrados de nossa fé, o testemunho de vida de bons padres que se mostravam felizes nessa vida de doação à Jesus Cristo através de seus povo.

Com o passar do tempo muitas vezes esquecemos um pouco os desejos da infância e passamos a buscar outros mares, talvez nem tão profundos como o primeiro, comigo não foi diferente a na adolescência pensava em seguir outros rumos me dedicar a uma profissão, construir uma vida independente, como a maioria dos jovens, mesmo assim nunca me afastei da Igreja. O serviço junto ao altar como coroinha foi um dos mais firmes alicerces que me ajudaram a confirmar esse desejo de seguir a Deus mais de perto, impulsionando o amor a Eucaristia e o desejo de fazer com que aqueles que ainda não descobriram a Cristo pudessem encontra-lo a partir de suas vidas e assim vê-lo mais longe. Passei algum tempo na obra Shalom de Pacajus, minha cidade, período também de descoberta do Amor e da vontade de Deus, que chama os que quer (Mc 3, 13). Dentro destas bases de crescimento de fé a primeira que Deus providenciou foi a base familiar, de modo muito especial o exemplo de minha mãe que desde sempre me ensinou a cultivar um profundo amor à Bem-Aventurada Virgem Maria, amor que foi cultivado e continua a sê-lo como porto seguro de uma vivência concreta da fé.

Quando concluí meu ensino médio, sendo acompanhado pelo meu pároco, pe. Adair Abreu, grande exemplo de sacerdote e pastor, comecei a participar dos encontros vocacionais da Arquidiocese de Fortaleza, no fim do ano vocacional fui convidado para ingressar no Seminário Propedêutico da Arquidiocese. Hoje estou cursando o primeiro ano de filosofia e afirmo que a cada dia mais feliz e grato por aquilo que Deus fez, faz e creio que ainda fará, pelas pessoas que tem colocado em meu caminho que nos ensinam a simplicidade da fé e a força que esta mesa fé tem para nos fazer ver Deus nas situações em nos outros.

Seguir a Deus, colocar-se dentro de sua vontade para quem se abre não é uma certeza de perfeição de vida, mas Aquele que nos chama é fiel e sustenta os que de coração aberto desejam estar perto de tão grande Pai, no início o chamado pode parecer superar nossas forças, mas um coração que se decide a amar deve amar até o fim e sabemos que primeiro foi Ele quem nos amou (1Jo 4,19), uma vez conquistados pelo amor e levados por esta caridade o Espírito que habita em nós, nos conduz para a terra feliz, bom a felicidade plena para o homem é a vontade de seu Criador, que chama a partir da realidade de seus filhos, Nosso Senhor não trabalha com idealizações ele nos chama para ir ao seu povo e deseja que perto deles estejamos da mesma forma como esteve conosco, e isso vale para todos. Deus nos chama para sermos bem mais!

João Paulo Lima Cordeiro
(Seminarista da Arquidiocese de Fortaleza, cursando o primeiro ano de filosofia)