Pastoral do Matrimônio

quarta-feira, 16 de julho de 2014

“A aliança matrimonial, pela qual o homem e a mulher constituem entre si uma comunhão da vida toda, é ordenada por sua índole natural ao bem dos cônjuges e ? geração e educação da prole, e foi elevada, entre os batizados, ? dignidade de sacramento, por Cristo Senhor”.

A sagrada Escritura abre-se com a criação do homem e da mulher à imagem e semelhança de Deus e se fecha com as “núpcias do Cordeiro” (Ap 19,7.9). De um extremo a outro, a Escritura fala do casamento e de seu “mistério”, de sua instituição e do sentido que lhe foi dado por Deus, da sua origem e do seu fim, das suas diversas realizações ao longo da história da salvação, de suas dificuldades povenientes do pecado e de sua renovação “no senhor” (1Cor 7,39), na nova aliança de Cristo e da Igreja.